Semana da Europa 2017

Por De Olho Na Mídia | quarta-feira, maio 10, 2017 | 303 views

Por: Thiago de Menezes / thiagoturismo@deolhonamidia.com

Em comemoração aos 60 anos da União Europeia (UE), foi realizado de 2 a 7 de maio 2017 a Semana da Europa em São Paulo

© Fornecido por divulgação

Em comemoração aos 60 anos da União Europeia, foi realizado de 2 a 7 de maio 2017 a Semana da Europa em São Paulo. Aconteceram muitas palestras, meio a diversos seminários e atividades culturais visando dar visibilidade a questões importantes ligadas a UE e ao mundo.

Num mundo cada vez mais globalizado, a União Europeia é um exemplo de integração regional e colaboração sem limites. Hoje em dia, a UE é a maior força econômica mundial, além de possuir uma imensa diversidade cultural. Não obstante, ela enfrenta vários desafios como a crise econômica e financeira, o terrorismo, um grande fluxo migratório e o risco do nacionalismo.

Os eventos, que integraram a 13ª Semana da Europa promovida no Brasil inteiro pela Delegação da União Europeia, tiveram a presença de diplomatas chefes da UE e de seus estados membros, empresas europeias, assim como empresários, cientistas, pesquisadores, músicos e artistas. O encerramento da Semana aconteceu no dia 7 de maio, Dia da Europa, na Sala São Paulo, com apresentação da Orquestra Jovem do Estado de São Paulo, sob regência do maestro convidado Michal Klauza e solos de violino de Agata Szymczewska, ambos poloneses. Por conta do aniversário do Tratado de Roma, o Instituto Cultural da Itália organizou uma exposição que mostrava a história da fundação da União Europeia através deste tratado significativo. Um programa musical foi apresentado pela harpista irlandesa Amy McAllister.

Entre outras programações, o seminário “Um olhar para o futuro”, promovido pela Fiesp e a Delegação da União Europeia no Brasil, em parceria com as Eurocâmaras, teve alto nível com debates com líderes empresariais e diplomáticos, cujo objetivo foi o de relançar a União Europeia como um dos principais parceiros de negócios, investimento e inovação tecnológica do Brasil, incluindo um acordo potencial EU-MERCOSUL. A Semana da Europa foi um grande caminho para discutir temas que enfocaram o futuro da Europa e das relações EU-Brasil dos pontos de vista político, econômico e cultural. Esse evento também colocou a União Europeia em evidência em São Paulo e teve como um dos objetivos, conectar fortemente seus estados membros à capital paulista, centro econômico, cultural e financeiro da América Latina.

O Embaixador João Gomes Cravinho é quem ocupa o atual cargo de chefe de delegação da União Europeia no Brasil. Ele já foi chefe de delegação da UE na Índia e ex-secretário de Estado de Portugal dos Negócios Estrangeiros e Cooperação. Existe ainda, entre outros, a Associação EUBrasil, sediada em Bruxelas, que é a única plataforma privada de networking na Europa e no Brasil criada com o objetivo de apoiar o desenvolvimento das relações comerciais entre a UE e o Brasil e, ao mesmo tempo, promover o intercâmbio político e cultural. Já o Instituto de Estudos Europeus no Brasil – IBE, tem o objetivo principal de reforçar os vínculos entre as duas partes no domínio da educação superior e promover o conhecimento mútuo.

Um dos pontos altos e badalados da semana, foi uma Reunião Artística, somente para convidados, ocorrida na residência da França, onde se reuniram artistas plásticos da União Europeia, cidadãos originários ou ligados a esses países, para que juntos criassem uma alegoria simbólica da União. Os artistas trabalharam em conjunto, cada qual com sua própria técnica artística e sua sensibilidade, para uma obra que simbolizaria a igualdade e a solidariedade dos Estados membros. Após, cada artista pendurou seu trabalho em um quadro comum, num gesto de muita suavidade cultural. Houve a presença de destacados membros do Corpo Consular de São Paulo, assim como outras autoridades diplomáticas.

A Cônsul-Geral Honorária de Malta Fiorella Baggio Biasoli foi uma das mais entusiastas participantes dos eventos, enaltecendo sempre as prioridades do Governo de Malta, que até 30 de junho assume a presidência semestral do Conselho da União Europeia, bem como os principais temas em debate nas próximas cimeiras europeias. Verdadeiro paraíso no meio do Mar Mediterrâneo, Malta é um dos menores países da Europa, com 450 mil habitantes e apenas 316 km² – área um pouco maior que Recife (PE) e um pouco menor que Curitiba (PR), por exemplo. Assim como a maioria de seus vizinhos, é membro da União Europeia, pertence à Zona do Euro e também faz parte do Acordo de Schengen. Em fevereiro último, os líderes europeus se reuniram em Malta, para abordar alguns dos maiores desafios dos 60 anos da União Europeia, como a política migratória, segurança, nacionalismo, xenofobia, Brexit e as provocações do governo de Donald Trump.

As fotos que ilustram essa matéria mostram a Cônsul-Geral Honorária de Malta Fiorella Baggio confraternizando com membros do Corpo Consular de São Paulo em meio a autoridades da União Europeia, recepcionados pelo Cônsul Geral da França em São Paulo, Brieuc Pont, no heliporto do prédio do Consulado-Geral da França em São Paulo, localizado na Av. Paulista, 1842 – Torre Norte, 14º Andar, São Paulo.

Todos os envolvidos e participantes do evento saíram satisfeitos e dizendo a célebre frase: – “Se a União Europeia não existisse, deveriam inventá-la”. Após o término desse momento de 2017, é importante ressaltar que o Brasil permaneceu em 1º lugar entre os países da América Latina que mais receberam eventos em 2016. Na segunda-feira, 08 de maio, a ICCA (Associação Internacional de Congressos e Convenções) divulgou o ranking anual dos destinos que mais realizam eventos internacionais. Nas Américas, o País fica em terceiro atrás apenas dos Estados Unidos e Canadá. O segmento MICE (Meetings, Incentives, Congress & Events) é o segundo segmento que mais contribui no fluxo internacional de visitantes para o Brasil, logo após do Lazer.


 

R7 TORPEDO - DE OLHO NA MÍDIA
Gostou disso? Compartilhe!