Da redação

O presidente do Brasil, Michel Temer informou nesta sexta-feira, 06, que vetara emenda que tinha como objetivo censurar a internet durante as eleições.

O ponto fraco da emenda , diz que, internautas que publicarem ofensas contra políticos, as empresas de internet serão obrigadas a suspender a publicação dentro de 24 horas sem necessidade de ordem judicial, até que o autor seja identificado pelas plataformas, podendo retornar ao ar ou não após comprovação da identidade do autor.

O veto atende pedido do próprio autor, que disse que a emenda foi mal interpretada: “A emenda foi mal interpretada e, por isso, precisamos rediscutir. A intenção era coibir perfis falsos, com conteúdo falso, que poderiam impactar no cenário e no resultado político. Vamos pedir o veto, abrir uma discussão maior na Câmara e chamar todos os atores envolvidos, sem tirar o direito de fala”.


 

R7 TORPEDO - DE OLHO NA MÍDIA
Gostou disso? Compartilhe!