Texto de Abrahão Crispim Filho

O quê escrever a respeito dos dois jovens que mataram um cidadão na estação de metrô de São Paulo? Que sejam julgados e que paguem pelo crime que cometeram na exata medida do que diz a lei. Ponto.

Mais importante seria saber por quais motivos esses rapazes agrediram um travesti, fato que originou a morte posterior. A intolerância cotidiana contra as minorias, instigada por muitas confissões que se dizem cristãs, bem como por facções políticas de extrema-direita, tem uma penetração muito forte na periferia.

Essa pregação do ódio ininterrupto contra o outro que não é igual a mim ou ao meu grupo é a raiz de tudo isso. Esses programas policialescos de Datenas et caterva, bem como essas programações pseudo religiosas que inundam as grades de rádio e televisão, tem que ser revistas imediatamente. Não se combate o crime instigando a violência e a intolerância durante 24 horas por dia nos meios de comunicação de massa.


 

R7 TORPEDO - DE OLHO NA MÍDIA
Gostou disso? Compartilhe!